O paciente do município amazonense de Barcelos, de 14 anos, que contraiu raiva humana, passou a ser considerado o segundo sobrevivente da doença no Brasil, e o quarto no mundo. A erradicação do vírus foi confirmada, nesta terça-feira (09), pela Susam.

jan 10, 2018 / by pressamazonia / No Comments